Saltar para o conteúdo

A implementação do Edify nas escolas confessionais

  • Bilinguismo

Toda implementação de novos projetos ou abordagens acaba sendo um grande desafio não só para os parceiros, mas também para as instituições contratadas e para os consumidores finais dos serviços prestados. O processo pode ser positivo ou negativo para ambos os lados, afinal com muitas expectativas envolvidas, este é um relacionamento que se espera ser duradouro e de acordo com os resultados prometidos.

Por isso, os níveis de pressão aumentam e as chances de frustração podem crescer também. É nesse sentido que esse processo lembra, inclusive, o início de um relacionamento amoroso. Nesse contexto, é necessário ter muita flexibilidade, ou seja, uma boa dose de “jogo de cintura” para não colocar tudo em risco. 

Nos primeiros momentos e encontros

Imagine aquele frio na barriga e a emoção de descobrir alguém que tem os mesmos ideais, objetivos e vontades. Não é tão bom? Além disso, há o pacote visual e todos aqueles detalhes que você um dia idealizou. Tudo isso não é nada mais nada menos do que o inìcio de um relacionamento que esperamos que seja promissor. Em um primeiro momento, há essa identificação perfeita e emoção de reconhecer uma instituição que possa vir a suprir as necessidades que a sua escola tem. E para nós, foi O Edify quem nos proporcionou esta emoção.

É claro que este “relacionamento” começa com uma avaliação prévia da prestadora de serviços ideal. São necessários vários encontros para que todos os detalhes sejam avaliados e, vale dizer, tivemos muitos encontros. Nestas reuniões pudemos avaliar o histórico do Edify em outras escolas parceiras, a estrutura do programa, os recursos a serem disponibilizados e o suporte oferecido a professores, coordenação e a direção. 

O interessante do processo de conhecimento é que muitas ideias surgem, mas também necessidades muito específicas e é neste momento que é preciso um grande suporte e cuidado para que as promessas se tornem realidade e não grandes frustrações. Muitas relações terminam no processo de conhecimento, mesmo antes de se assumir um compromisso mais sério. E é neste momento tão singelo, mas tão importante, que fomos acolhidos em nossas necessidades tão próprias, com a promessa que o Edify seria sim a empresa mais capaz de nos entender e nos dar o que tanto procurávamos. Quem não quer ser compreendido na sua complexidade e individualidade?

A imagem mostra a implementação do Edify na escola Batisa Getsemani de Belo Horizonte. As professoras e a Edify Mentor sorriem no treinamento inicial para 2020.
Initial Training no Batista Getsemani (BH).

O relacionamento sério

Depois de tantos momentos mágicos, é hora de decidir se é possível seguir rumo a um “relacionamento sério”. Ou seja, é preciso usar os sentimentos, mas também seguir um caminho mais racional e lógico rumo a um futuro promissor. Digamos que ninguém gostaria de ficar em um “relacionamento” indefinido ou sem definições muito claras do que este pode trazer de certeza. 

Portanto, passamos a avaliar tudo o que nos foi oferecido e decidimos que o Edify seria, sem sombra de dúvida, a melhor opção levando em consideração a sua experiência no mercado, e sua adaptação às nossas necessidades como escola confessional Cristã com princípios e valores muito bem delineados e estabelecidos. Precisávamos de uma instituição tão sólida quanto a nossa e com a garra e vontade de realmente abraçar a nossa causa e nos apoiar em nossas conquistas.

Passado o momento da decisão do “relacionamento sério”, as famílias foram apresentadas e então houve a tão esperada integração. Foi um momento de muita alegria, uma vez que as duas famílias se identificaram e estavam em sintonia com nossas expectativas. 

Depois de procurar pelo “par ideal” ou a “alma gêmea”, podemos dizer que achamos uma parceria promissora em que os nossos projetos, abordagem e processo internos são respeitados e levados em consideração, nossas necessidades são compreendidas e supridas e, o mais importante, nossa identidade é preservada. Somos uma escola confessional Cristã por princípios, com o objetivo de transformar vidas, que teve a chance de encontrar uma instituição parceira que nos entenda e nos apoie. 

Esta caminhada nos levou à implementação do projeto bilíngue do Maternal ao 2º ano e, posteriormente, do 3º ano ao 5º ano, concretizado neste ano de 2020, com a oportunidade especial de contribuirmos com os projetos do Edify, para que outras escolas confessionais Cristãs sejam beneficiadas com a oportunidade única de um “relacionamento” promissor como o nosso. Vamos seguindo juntos rumo ao casamento!

Compartilhe esse texto!

Veja textos relacionados: